PATROCINADORES

Bolsonaro leva cutucada da ONU

O Alto Comissariado da ONU para Refugiados criticou nesta sexta-feira (6) a ideia do deputado federal Jair Bolsonaro (RJ), pré-candidato à Presidência pelo PSL, de criar campos de refugiados para receber os venezuelanos que estão chegando ao Brasil caso seja eleito. Em entrevista ao Estadão, o porta-voz do Acnur, William Spindler, afirmou que a ideia de Bolsonaro “não é a melhor opção”. “Na América do Sul, nunca tivemos campos de refugiados. Centenas de milhares de colombianos deixaram seu país em décadas e foram abrigados por comunidades. Essa é a tradição e esperamos que isso não seja feito”, disse o representante da ONU.

Por que é importante

Conforme o Estadão, a ONU relatou que a cada dia 800 venezuelanos cruzam a fronteira em direção ao Brasil, num fluxo que não deve diminuir nos próximos meses

Quem ganha

A seriedade que o caso merece para que as autoridades encontrem soluções efetivas para solucionar a crise humanitária

Quem perde

O Brasil e o amparo aos venezuelanos. Dos US$ 46 milhões que a ONU solicitou para auxiliar o Brasil, a comunidade internacional disponibilizou 4% desse valor, informou o jornal

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × dois =

Pergunte para a

Mônica.