Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Bolsonaro herda votos de Alckmin e Amoêdo. Haddad, de Ciro e Marina

Bolsonaro herda votos de Alckmin e Amoêdo. Haddad, de Ciro e Marina

A primeira pesquisa Datafolha divulgada no segundo turno da eleição presidencial mostra que Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) tiveram subidas semelhantes na comparação com a votação registrada no primeiro turno. O candidato do PSL, que teve 46,03% dos votos válidos, subiu 12 pontos percentuais no levantamento. Já Haddad, que teve 29,28%, avançou 12,7%. Segundo a Folha de S. Paulo, Bolsonaro herdou o voto da maior parte dos eleitores de Geraldo Alckmin (PSDB) e João Amoêdo (Novo). Haddad é o maior beneficiado dos eleitores de Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede).

Confira os números:

Eleitores de Ciro: 58% votarão em Haddad, 19% em Bolsonaro, 15% em branco ou nulo e 8% não sabem
Eleitores de Alckmin: 42% votarão em Bolsonaro, 30% em Haddad, 17% em branco ou nulo e 12% não sabem
Eleitores de Amoêdo: 49% votarão em Bolsonaro, 18% em Haddad, 18% em branco ou nulo e 16% não sabem
Eleitores de Marina: 37% votarão em Haddad, 18% em Bolsonaro, 33% em branco ou nulo e 11% não sabem

Por que é importante
O recorte observado pelo Datafolha é fundamental para as campanhas definirem suas estratégias para o segundo turno
Quem ganha
Bolsonaro, que larga com 58% dos votos válidos
Quem perde
Haddad, com 42% dos votos válidos

Envie seu comentário