PATROCINADORES

Bolsonaro admite recriar Ministério da Segurança Pública

O presidente Jair Bolsonaro disse na quarta-feira (22) em reunião com secretários estaduais de Segurança e reiterou nesta quinta-feira (23) que o governo analisa a recriação do Ministério da Segurança Pública. A pasta seria desmembrada do Mistério da Justiça, hoje sob o comando de Sergio Moro. Na saída do Palácio da Alvorada, Bolsonaro comentou que Moro naturalmente deve ser contra a medida, mas garantiu que o ministro irá permanecer no cargo se a mudança ocorrer.

“É comum receber demanda de toda a sociedade. E ontem os secretários estaduais da segurança pública pediram para mim a possibilidade de recriar o Ministério da Segurança. Isso é estudado. É estudado com o Moro. Lógico que o Moro deve ser contra, mas é estudado com os demais ministros”, indicou.

“Se for criado, aí o Moro fica na Justiça. É o que era inicialmente. Tanto é que, quando ele foi convidado, não existia ainda essa modulação de fundir com o Ministério da Segurança”, completou.

Por que é importante

A possibilidade de recriação do Ministério da Segurança Pública vem sendo avaliada desde o final do ano passado como uma alternativa para acomodar no governo o ex-deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF), aliado de Bolsonaro e um dos principais coordenadores da chamada “bancada da bala”

Quem ganha

Os secretários estaduais, se a ideia avançar

Quem perde

A medida pode esvaziar a pasta comandada por Moro

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.