Document
PATROCINADORES

Bolsonaro admite que recuperação econômica pode não ser rápida

O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar no sábado (5) governadores e prefeitos que adotaram medidas mais severas para enfrentar a pandemia do novo coronavírus. Bolsonaro chamou-os de “projetos nanicos de ditador” por causa das restrições impostas, como o fechamento de rodovias. O presidente ainda cobrou responsabilidade dos mesmos diante do tombo recorde do PIB e reconheceu que o processo de retomada não será rápido. “Aquele pessoal que dizia no passado, que não era eu, ‘a economia recupera depois’, está na hora de botar a cabeça pra fora e dizer como é que se recupera rapidamente a economia. Sempre falei que era vida e economia. Fui muito criticado. Mas não posso pensar de forma imediata, tenho que pensar lá na frente”, declarou. “Esperamos que volte à normalidade o país, não digo mais rápido, que não tem como ser rápido, mas não tão demorado também”, acrescentou.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.