PATROCINADORES

Bebianno é exonerado por Bolsonaro

Após muita espera, Gustavo Bebianno foi exonerado do cargo de ministro da Secretaria-Geral da Presidência. A informação foi confirmada nesta segunda-feira (18) pelo general Otávio do Rêgo Barros, porta-voz da Presidência, durante entrevista coletiva. A exoneração deve ser publicada no Diário Oficial da União desta terça (19). Bebianno dá adeus à pasta após se envolver em uma polêmica pública com o presidente Jair Bolsonaro e o seu filho, Carlos Bolsonaro. Ambos disseram que Bebianno mentiu ao afirmar que conversou com o presidente sobre as denúncias das quais é alvo, enquanto Bolsonaro estava internado no Hospital Albert Einstein. O agora ex-ministro é acusado de favorecer candidaturas de “laranjas” nas eleições do ano passado, pelo PSL. O porta-voz informou que o general Floriano Peixoto vai assumir o ministério.

Por que é importante

Bebianno protagonizou a primeira grande crise política do governo Bolsonaro, que afetou negativamente o mercado nos últimos dias

Quem ganha

O presidente Jair Bolsonaro, que fez valer a sua vontade

Quem perde

Os militares e o núcleo político do governo, que tentaram manter Bebianno no cargo

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.