Document
PATROCINADORES

Battisti admite participação em quatro assassinatos

Cesare Battisti, que foi extraditado em janeiro para a Itália, admitiu ter participado do assassinato de quatro pessoas nos anos de 1970. A confissão foi feita na presença do procurador-geral de Milão, Francesco Greco, no Ministério Público. Battisti disse que se envolveu nos atos políticos por acreditar que era uma “guerra justa”.

Por que é importante

Essa é a primeira vez que Cesare Battisti admite envolvimento nos crimes

Quem ganha

O governo Jair Bolsonaro, que defendeu a extradição de Battisti

Quem perde

O ex-presidente Lula e o PT, que eram favoráveis à permanência do terrorista no país

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.