Document
PATROCINADORES

Barroso e Moraes vão às redes contra o autoritarismo das ruas

Os ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes, usaram suas contas na rede social Twitter para pedir que sejam garantidas as liberdades democráticas e as eleições livres no Brasil, direitos contestados pelo presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores nas manifestações desta terça-feira (7). Junto com presidente da corte, Luiz Fux, Moraes e Barroso, este último também presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), são alvos constantes das críticas e ameaças autoritárias do presidente. Direto, Barroso defende que não haja “volta ao passado”, em referência ao período ditatorial (1964-1985).

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.