PATROCINADORES

Barra Torres admite reunião para discutir mudança da bula da cloroquina

O relator da CPI da Pandemia, Renan Calheiros (MDB-AL), questionou nesta terça-feira (11) o diretor da Anvisa, Antônio Barra Torres, sobre um possível decreto discutido em reunião no Palácio do Planalto que poderia alterar a bula da cloroquina para indicação no tratamento do novo coronavírus. Barra Torres admitiu o encontro em que houve a sugestão e que a eventual alteração acabou sendo rechaçada por ele. “Quando houve uma proposta de pessoa física de fazer isso, me causou uma reação um pouco mais brusca, eu disse: ‘olha, não tem cabimento, não pode’. E a reunião inclusive nem durou muito mais depois disso”, declarou. Perguntado sobre quem estava presente na ocasião, o chefe da Anvisa listou o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde), o ministro Braga Netto (então na Casa Civil), a médica Nise Yamaguchi e um outro médico não identificado. Barra Torres disse que a médica se mostrou favorável ao eventual decreto, mas ele não soube precisar quem partiu a proposta de mexer na bula. “Esse documento foi comentado pela doutora Nise, o que provocou uma reação até um pouco deseducada ou deselegante minha, muito imediata, de dizer que aquilo não poderia ser – talvez não seja do conhecimento de vossas excelências, mas só quem pode modificar a bula de um medicamento registrado é a agência reguladora daquele país, mas desde que solicitada pelo detentor do registro”, esclareceu.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.