Document
PATROCINADORES

Anvisa autoriza importação de 6 milhões de doses da CoronaVac

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou na sexta-feira (23) a importação de 6 milhões de doses da CoronaVac, vacina produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. A licença, por enquanto, é apenas para importação do imunizante. A distribuição das doses, ainda sem registro, depende de autorização da própria Anvisa. O pedido de importação em caráter excepcional foi feito pelo Butantan e a liberação ocorreu depois de o instituto reclamar de um suposto atraso da agência.

Por que é importante

A CoronaVac está no centro do novo embate entre o presidente Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Por causa da origem (China), Bolsonaro diz que o governo não vai comprar doses da vacina, contrariando um protocolo de intenções assinado durante a semana pelo Ministério da Saúde

Quem ganha

O Instituto Butantan, que seguirá os testes clínicos para aprovar o imunizante no país

Quem perde

A ala governista e aliados do presidente que são contra a vacina

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.