Document
PATROCINADORES

Alexandre de Moraes proíbe fundação da operação Lava Jato

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), bloqueou nesta sexta-feira (15) o acordo feito pela operação Lava Jato que previa a criação de uma fundação com R$ 2,5 bilhões recuperados da Petrobras. Na mesma decisão, Moraes também determinou o bloqueio de todos os valores que foram depositados na conta da força-tarefa em Curitiba. Segundo o ministro do STF, os procuradores da Lava Jato “exorbitaram das atribuições que a Constituição Federal delimitou para os membros do Ministério Público”.

Por que é importante

A fundação bancada com os valores recuperados pela operação Lava Jato foi alvo de fortes críticas, inclusive da Procuradoria-Geral da República, que entrou no STF com representação contra o acordo proposto pelos integrantes da 13ª Vara Federal de Curitiba

Quem ganha

A Procuradoria-Geral da República, que teve sua representação atendida por Alexandre de Moraes

Quem perde

A operação Lava Jato

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.