PATROCINADORES

Alckmin: “Vai ser uma campanha de resistência, de chegada”

O pré-candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, afirmou na quarta-feira (16) que não está preocupado com os resultados das pesquisas eleitorais e que irá crescer no momento certo. “A campanha não começou ainda, vai ser uma campanha de resistência, de chegada. Precisamos crescer na pesquisa na hora certa, não adianta crescer agora e cair no mês que vem”, disse o tucano.

Por que é importante

Alckmin aparece com menos de 10% nos levantamentos de intenção de voto, ficando atrás de Jair Bolsonaro (PSL), Marina Silva (Rede) e, em alguns cenários, de Ciro Gomes (PDT)

Quem ganha

O pragmatismo. O tucano acredita que conseguirá atrair outras candidaturas de centro para seu lado

Quem perde

O protagonismo do PSDB. Se a eleição fosse hoje, o partido poderia estar fora do segundo turno

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

  1. Alckmin é o candidato mais preparado pra assumir o País nas condições atuais. Falta apenas a campanha começar e a população passar a pensar em voto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × um =

Pergunte para a

Mônica.