Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Ala bolsonarista vai ao TSE para deixar PSL sem punição

Ala bolsonarista vai ao TSE para deixar PSL sem punição

Vinte e seis deputados federais do PSL, ligados ao presidente Jair Bolsonaro, entraram na terça-feira (17) com uma ação para que o TSE reconheça “justa causa” para a desfiliação partidária do grupo. Os parlamentares, entre eles Eduardo Bolsonaro (SP), alegam que são “perseguidos politicamente” pela direção nacional e querem deixar a legenda sem perder o mandato. O relator do caso será o ministro Edson Fachin.

Por que é importante
A lei eleitora diz que o parlamentar pode perder o mandato se sair do partido pelo qual foi eleito, exceto se apresentar uma justificativa, como desvio no programa partidário ou discriminação pessoal
Quem ganha
O Aliança pelo Brasil, partido idealizado por Bolsonaro, pode ser beneficiado se o TSE acatar o argumento dos deputados
Quem perde
A bancada do PSL na Câmara, que está rachada