PATROCINADORES

Ação contra Aécio poderia ter ocorrido antes da eleição

A Operação Ross, que cumpriu mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), poderia ter ocorrido antes do primeiro turno da eleição deste ano. Segundo a coluna do Lauro Jardim, no jornal O Globo, a Polícia Federal fez o pedido para deflagrar a ação em setembro. O ministro Marco Aurélio Mello, do STF, solicitou parecer da Procuradoria-Geral da República, que só saiu no final de outubro, após o pleito.

Por que é importante

A Operação Ross, que teve como base delações de executivos do grupo J&F, apura se Aécio recebeu propina para comprar apoio partidário na eleição presidencial de 2014

Quem ganha

O tucano, que conseguiu se eleger como um deputado federal e irá manter o foro privilegiado

Quem perde

A PF, que teve o pedido barrado e precisou postergar a ação

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + onze =

Pergunte para a

Mônica.