Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Guedes descarta usar precatórios no Renda Cidadã

Guedes descarta usar precatórios no Renda Cidadã

Após críticas e oscilações no mercado de ações por temor de uma futura ultrapassagem do teto de gastos, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira (30), que governo não usará recursos para pagamento de precatórios para financiar o Renda Cidadã, o programa social do governo Bolsonaro que pretende substituir o Bolsa Família. Com isso, o desenho do programa contaria só com dinheiro que vindo do Fundeb, o fundo da educação básica.

Guedes afirmou que o objetivo maior do governo é manter as despesas sob controle, numa tentativa clara de acalmar investidores arredios. “Vamos examinar e ver o que está acontecendo ali, não para financiar programa A, B, ou C, mas para respeitar o teto, cumprindo todos compromissos. Para baixar o barulho. O governo achou um eixo político, sofreu no primeiro ano. Acordos estão sendo costurados e Ricardo Barros [deputado do Progressistas-PR, líder do governo] disse que há consenso em ir avançando no pacto federativo”, declarou.

Todavia, o uso do Fundeb no Renda Cidadã também é alvo de questionamentos, pois pode ser encarado como um tentativa de pedalada nas contas públicas. Para evitar mais despesas, a equipe econômica faz ginástica. Já propôs cancelar o abono salarial de fim de ano aos trabalhadores de baixa renda e congelar as aposentadorias dos aposentados. Essas propostas foram descartadas pelo presidente. A questão está longe de se esgotar.

Envie seu comentário

16 + 6 =