Pesquisar
PATROCINADORES
PATROCINADORES

2023 é o ano mais quente já registrado

Agência afirma que a temperatura do planeta foi cerca de 1,40°C acima da linha de base pré-industrial

O ano de 2023 deverá ser o mais quente já registrado na história, de acordo com relatório preliminar da Organização Meteorológica Mundial (OMM), divulgado nesta quinta-feira (30), na COP28, em Dubai.

Os dados da OMM, compilados até ao final de outubro, mostram que a temperatura do planeta foi cerca de 1,40°C acima da linha de base pré-industrial de 1850-1900. O estudo lembra que os últimos nove anos, de 2015 a 2023, foram os mais quentes já registrados.

No Brasil, por exemplo, a cidade de Araçuaí, em Minas Gerais, registrou em novembro a temperatura mais alta da história do país: 44,8°C. O fenômeno El Niño, que começou em 2023, também contribuiu para o aumento das temperaturas.

O relatório destaca ainda que o nível do mar está subindo a um ritmo acelerado, com uma taxa de 4,4 milímetros por ano entre 2013 e 2022. A extensão máxima de gelo marinho na Antártida também foi a mais baixa já registrada.

As condições meteorológicas extremas, como ciclones, inundações e incêndios florestais, também se tornaram mais frequentes e intensas. No Canadá, por exemplo, a área total queimada em 2023 foi seis vezes maior do que a média de 10 anos.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.

[monica]
Pesquisar

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.