Document
PATROCINADORES

“Vale não pode ser condenada por Brumadinho”, diz presidente da empresa

O presidente da Vale, Fábio Schvartsman, disse nesta quinta-feira (14) que os laudos que a mineradora teve acesso não indicavam um perigo iminente de rompimento da barragem de Brumadinho (MG). A tragédia deixou, até o momento, 165 mortos e 155 desaparecidos. Schvartsman participou de uma audiência da comissão externa da Câmara que acompanha a investigação sobre o desastre. Aos deputados, ele afirmou que a companhia trata o rompimento como “acidente” e que ainda apura os fatores que provocaram o colapso. Para o presidente, a Vale não pode ser incriminada pelo rompimento. “A Vale é joia brasileira que não pode ser condenada por um acidente que aconteceu numa de suas barragens por maior que tenha sido a sua tragédia”, disse. Além disso, o executivo foi criticado por não se levantar durante um minuto de silêncio (foto) em homenagem às vítimas da tragédia. Schvartsman optou por olhar para baixo enquanto todos estavam de pé.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.