Document
PATROCINADORES

TikTok só poderá ser vendido com aprovação da China

Proprietária do aplicativo para vídeos curtos TikTok, a BiteDance precisará de autorização do governo chinês para vender suas operações nos Estados Unidos. A razão está nas novas restrições que Pequim criou para a exportação de tecnologias consideradas sensíveis e de ponta. É o caso do aplicativo, que dispõe de amplo uso de softwares de inteligência artificial (AI) e reconhecimentos facial e de voz.

De acordo com a agência Bloomberg, as restrições chinesas foram apresentadas na sexta-feira (28) e fazem parte de uma resposta às tentativas de compra agressiva do TikTok por parte de empresas americanas. As iniciativas têm respaldo jurídico do governo Trump, em mais um capítulo da guerra comercial entre Estados Unidos e China. O governo americano alega que o uso em massa do aplicativo, com seu sofisticado algoritmo, dá amplo acesso aos dados privados de cidadãos americanos, o que seria um risco.

Por meio de nota, o Ministério do Comércio chinês afirmou que deseja “garantir a segurança econômica nacional”. A nova regra, porém, teria como objetivo apenas atrasar a venda da rede social. Oracle e Microsoft se mostraram interessadas. A ByteDance comunicou estar ciente das novas restrições e que irá “cumprir rigorosamente” as regras da China.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.