Document
PATROCINADORES

Solfácil, fintech de energia solar, recebe aporte de R$ 160 milhões

A Solfácil, fintech que financia projetos de energia solar, anunciou nesta quarta (23) um aporte de R$ 160 milhões em rodada Série B liderada pelo fundo de venture capital norte-americano QED Investors, com a participação da Valor Capital Group, que liderou a Série A. Com o montante, a fintech pretende investir em tecnologia para melhorar e expandir suas linhas de financiamentos, dobrar a rede de parceiros integradores de 5 mil para 10 mil, além de lançar uma linha solar para o agronegócio.

A companhia se junta a nomes como Nubank, Creditas, Loft e Quinto Andar, que já receberam investimentos da QED, gestora de Nigel Morris, fundador da Capital One, gigante norte-americana de cartões de crédito. “QED é um dos investidores mais fortes em fintechs do mundo, eles vão trazer muito know-how para consolidar a Solfácil como a marca líder em tecnologia e financiamento de energia solar distribuída no país”, destacou Fábio Carrara (foto), CEO e fundador da Solfácil.

Em nota, a empresa reforçou que a captação de recursos vai acelerar o crescimento em um dos setores mais promissores do Brasil, principalmente em um momento de problemas de abastecimento energético e dependência crescente de termelétricas. “Apesar de 93% das pessoas desejarem instalar energia solar em suas casas, poucas têm poupança suficiente para fazer o investimento necessário. A Solfácil e sua linha de financiamento solucionam esse problema e o Brasil ainda tem muito espaço para crescimento, uma vez que apenas 0,6% das residências usam energia solar distribuída no Brasil, enquanto em outros países, como a Austrália, 25% das residências já dispõem de tal solução”, afirmou Fábio.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.