PATROCINADORES

Para TST, greve de trabalhadores da Petrobras é ilegal

O ministro Ives Gandra, do TST (Tribunal Superior do Trabalho), considerou ilegal a greve dos petroleiros que nesta segunda-feira (17) completou seu 17o dia. Em caso de descumprimento da ordem de suspender a greve, a multa pode chegar a R$ 500 mil. A paralisação, que é liderada por sindicatos e previa duração por tempo indeterminado, começou em 1° de fevereiro, em protesto contra demissões em uma unidade de fertilizantes da estatal e por alegações de descumprimento de acordo coletivo. Depois da decisão de Gandra, a  Petrobras diz ter solicitado que seus empregados voltem às atribuições imediatamente. De acordo com a FUP (Federação Única dos Petroleiros), 21 mil empregados da estatal aderiram à greve, mas a Petrobras garante que a produção não foi afetada.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.