Document
PATROCINADORES

Odebrecht vira Novonor e quer selo internacional antissuborno

Após mudar de nome para Novonor para dissociar sua imagem dos casos continuados de corrupção revelados pela Operação Lava-jato, o grupo quer obter o ISSO 37001, selo internacional de gestão antissuborno, aponta reportagem do jornal Folha de S.Paulo desta quarta-feira (5). A certificação tem validade de três anos e contemplará as subsidiárias OECI, Tenenge, CBPO e Oenger. O Departamento de Justiça dos Estados Unidos realiza auditorias na empresa desde 2017.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.