PATROCINADORES

Mercado de navios de cruzeiro sofre com coronavírus

Um setor que tem sido muito atingido pelo avanço do coronavírus é o de navios de cruzeiros. Em plena expansão, o faturamento deste mercado chegou a cerca de US$ 45 bilhões em 2019, ante US$ 23 bilhões em 2007. No navio Diamond Princess, ancorado em quarentena no porto japonês de Yokohama, são 3.500 passageiros, 218 deles confirmados com o vírus. Nesta sexta-feira (14), após 25 dias a bordo, os passageiros não contaminados finalmente começaram a desembarcar. Outra embarcação que enfrenta problemas é o MS Westerdam, que na quinta-feira (13) atracou no Camboja com 2 mil passageiros a bordo depois de ter sido rejeitado por cinco portos, com receio de que algum passageiro pudesse estar contaminado. Problemas como esses podem esfriar o aquecido mercado asiático, grande aposta das principais companhias europeias e americanas.

.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.