PATROCINADORES

Lightyear lança elétrico que roda até seis meses sem recarga

Veículo holandês deve entrar em produção neste ano e custará R$ 1,3 milhão

O primeiro carro elétrico da startup holandesa Lightyear promete um feito e tanto em relação à autonomia das baterias. Segundo a companhia, foram seis anos trabalhando no desenvolvimento d um cupê de quatro portas equipado com painéis solares que pode ficar até sete meses sem descarregar totalmente.

O Lightyear 0 começará a ser entregue no terceiro trimestre deste ano ao preço de US$ 263 mil, o equivalente a R$ 1,3 milhão na conversão direta. Sua fabricação será limitada a 946 unidades. 

Meses longe da tomada

De acordo com a fabricante, o design holístico e o teto solar permitem que o motorista dirija por meses sem precisar carregar. A marca garante que, em um ambiente com o clima predominantemente nublado, o veículo pode circular até 35 km por dia por dois meses sem precisar ser plugado na tomada. Se o local for ensolarado, como o Brasil, o tempo até ser carregado novamente pode demorar até 6 meses.

A Lightyear diz que qualquer tomada do mundo se torna uma estação de carregamento. Conectado a uma tomada doméstica comum, o Lightyear 0 ainda pode carregar 32 km de autonomia por hora.

Lex Hoefsloot, CEO da Lightyear, explicou o conceito por trás do uso dos painéis solares: “Na Europa esperamos ver 84 milhões de veículos elétricos nas vias até 2030 e todos esses carros terão que recarregar. Acreditamos que um carro que pode reduzir a dependência de um carregador pode ser atraente e também mais fácil de usar.”

Já a mecânica traz quatro motores elétricos, instalados um em cada roda, com 174 cv de potência total e impressionantes 175,4 mkgf de torque máximo. Mas a aceleração de zero e 100 km/h leva 10 segundos e não impressiona como nos modelos da Tesla. De toda forma, tudo isso está longe do Brasil. Afinal, as 946 unidades serão fabricadas e vendidas apenas na Europa.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.