Document
PATROCINADORES

Itaú desbanca Bradesco e se torna a marca mais valiosa do Brasil

O Itaú se tornou a marca mais valiosa do Brasil, de acordo com o ranking Brandz Brasil, elaborado pelo grupo WPP e pela consultoria Kantar. Na listagem divulgada esta semana, o valor da marca Itaú foi estimado em US$ 8,2 bilhões em 2020, desbancando o Bradesco, líder do ano passado, que agora caiu para a terceira posição, avaliado em US$ 6,1 bilhões. A vice-líder de 2020 é a Skol, com US$ 6,7 bilhões – em 2018, a cerveja era a líder.

O Itaú assume a liderança do ranking pela primeira vez, apesar de ter sofrido desvalorização de 1% em relação a 2019. Os outros dois primeiros colocados também perderam valor em relação ao ano passado: a Skol caiu 6% e o Bradesco, 35%. No movimento inverso, o Magazine Luiza, quarta colocada, teve sua marca valorizada em 124%. De acordo com o levantamento, a cifra alcançada pelas 25 marcas brasileiras mais valiosas soma US$ 55,7 bilhões, um incremento de 4% em relação a 2019, mesmo com a crise provocada pela pandemia do coronavírus. Veja abaixo a lista dos top 25 e a variação que seus valores sofreram desde a avaliação anterior.

  • Itaú: US$ 8,268 bilhões (-1%)
  • Skol: US$ 6,797 bilhões (-6%)
  • Bradesco: US$ 6,137 bilhões (-35%)
  • Magazine Luiza: US$ 5,111 bilhões (+124%)
  • Brahma: US$ 3,720 bilhões (-2%)
  • Globo: US$ 3,295 bilhões (-9%)
  • Antarctica: US$ 2,558 bilhões (-4%)
  • Renner: US$ 2,273 bilhões (+19%)
  • Amil: US$ 2,050 bilhões (+11%)
  • Sadia: US$ 1,637 bilhão (+22%)
  • Ypê: US$ 1,570 bilhão (+13%)
  • Natura: US$ 1,516 bilhão (0%)
  • Pão de Açúcar: US$ 1,299 bilhão (+187%)
  • Lojas Americanas: US$ 1,282 bilhão (+2%)
  • Localiza: US$ 1,268 bilhão (+72%)
  • Banco do Brasil: US$ 1,039 bilhão (+29%)
  • Vivo: US$ 934 milhões (-6%)
  • Seara: US$ 827 milhões (+35%)
  • Extra: US$ 751 milhões (+219%)
  • Porto Seguro: US$ 674 milhões (-2%)
  • Schin: US$ 619 milhões (+3%)
  • Ypióca: US$ 613 milhões (-39%)
  • Assaí: US$ 559 milhões (+192%)
  • Caixa Econômica Federal: US$ 389 milhões (+19%)
  • Casas Bahia: US$ 365 milhões (-19%)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.