PATROCINADORES

Grupo Carrefour destaca vendas e rentabilidade no resultado do primeiro trimestre

Em balanço divulgado na noite de terça-feira (11), o Grupo Carrefour informou que, mesmo com os desafios propostos pela pandemia do novo coronavírus, obteve resultado positivo no primeiro trimestre de 2021. A empresa registrou crescimento de vendas de 15,1% (sem gasolina) na comparação com o mesmo período de 2020, superando os 11,2% do mercado (de acordo com a Nielsen), totalizando R$ 18,1 bilhões em vendas totais no trimestre.

“Esse crescimento é reflexo da estratégia do grupo de otimizar seu ecossistema e manter uma competitividade sustentável, com controle de custos, presença nacional sólida e aprimoramentos operacionais online e offline, de forma a estimular a jornada e frequência do cliente em todos os formatos”, destacou Sebastien Durchon, CFO do Grupo Carrefour Brasil.

As despesas com vendas, gerais e administrativas (VG&A) do 1T21 somaram R$ 2,2 bilhões, representando 13,2% das vendas líquidas no primeiro trimestre (0,8 p.p. abaixo do 1T20). O lucro bruto do período foi de R$ 3,2 bilhões, com crescimento de 4% a.a (margem de 19,8%,), impulsionado pelo crescimento de vendas do Atacadão e do Varejo. Já o EBITDA ajustado foi de R$ 1,1 bilhão, com margem de 6,7%.

No 1T21, as vendas do Grupo Carrefour Brasil em base LfL (vendas mesmas lojas) cresceram 11,6% (sem gasolina), um forte desempenho no ambiente atual em comparação com o crescimento LfL do mercado de 5,5% (Nielsen). Isso foi suportado pelo crescimento de dois dígitos do Atacadão, de 12,9%, e pelo crescimento de 8,6% do Carrefour Varejo.

Além disso, a estratégia de expansão nos formatos de Atacado e Proximidade nos últimos 12 meses adicionou mais 4,2% de crescimento, com a abertura de nove lojas de atacado de autosserviço (das quais cinco foram conversões Makro) e uma loja de proximidade. O Grupo chegou a 732 lojas no final de março de 2021.

Para Noël Prioux, CEO do Grupo Carrefour Brasil, os resultados positivos trimestre a trimestre mostram a posição sólida da companhia, mesmo diante do cenário desafiador. “Em todas as frentes de negócio, acompanhamos as oportunidades de reduzir custos e melhorar o serviço e a interface com os clientes. Com isso, conseguimos manter nossa missão de entregar alimentos de qualidade a preços acessíveis ao consumidor, mesmo no cenário desafiador de um ano de pandemia, onde a inflação alimentar é três vezes maior do que a taxa oficial de inflação do país.”

Carrefour

O lucro bruto do Carrefour Varejo no 1T21 foi de R$ 1,1 bilhão – 23,4% das vendas líquidas – um aumento de 3,7% na base anual, além de uma expansão de 25,4% do EBITDA Ajustado, que atingiu R$ 267 milhões.

Suportado por uma operação relevante tanto nos canais online quanto offline, as vendas LfL cresceram 9,3%, alcançando R$5,4 bilhões no 1T21. Tanto a parte de produtos alimentares, quanto a de não-alimentares foram positivas, alcançando 7,1% e 11,1% de crescimento LfL, respectivamente.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.