Document
PATROCINADORES

Faturamento de seguradores salta 13% em fevereiro, aponta IRB

O mercado segurador registrou faturamento de R$ 10 bilhões em fevereiro, alta de 13,1% comparando com o mesmo período do ano passado. O resultado consta no Boletim IRB+Mercado, relatório da plataforma IRB+Inteligência, iniciativa do IRB Brasil RE que se baseia nas informações públicas divulgadas pela Susep. O desempenho indica continuidade no ritmo de crescimento do setor, o que ocorre há oito meses consecutivos e representa a segunda maior taxa para o mês de fevereiro desde 2015. No total, mais de 70% dos grupos seguradores tiveram expansão. Já no acumulado do ano (janeiro e fevereiro de 2021), o segmento evoluiu 11,3%, somando R$ 21,1 bilhões.

A linha de Vida, detentora de 36% do arrecadado e com avanço constante desde julho de 2020, faturou R$ 3,8 bilhões no segundo mês de 2021, uma variação positiva de 6,8% no comparativo com fevereiro do ano passado. A alta foi influenciada pelo desempenho, principalmente, dos produtos Vida Individual (21,9%), Vida em Grupo (8,2%), Acidentes Pessoais – Coletivo (9,9%) e Prestamista – Coletivo (2,8%). O seguro Auto voltou a ter alta (6%), contabilizando R$ 2,7 bilhões. Em paralelo, a redução das despesas com sinistros ocorridos contribuiu para os resultados das seguradoras que atuam com esse produto, observado pela melhora da taxa de sinistralidade de 64,3% para 59,4% no comparativo do acumulado do ano (janeiro e fevereiro) de 2020 com 2021, respectivamente.

Como terceiro destaque de fevereiro, o seguro Corporativo de Danos e Responsabilidades (sem Rural, Crédito e Garantia) registou faturamento de R$ 1,9 bilhões, alta de 27,9%. A modalidade teve influência dos produtos Lucros Cessantes (340%) e Petróleo (164,5%). No mesmo segmento, vale ainda destacar a alta de Riscos Cibernéticos (284,6%), reflexo da entrada em vigor da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e do aumento do trabalho remoto. Já os seguros Individual Contra Danos e Rural totalizaram, separadamente, R$ 903 milhões e R﹩ 465 milhões, altas de 17,8% e 55,1%. O segmento Crédito e Garantia teve R$ 326 milhões de prêmio emitido, o que representa crescimento de 21,3%.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.