Document
PATROCINADORES

Exame: Mercado Livre divulga em seu balanço compra de US$ 7,8 milhões em bitcoin

A maior plataforma de e-commerce de varejo da América Latina, o Mercado Livre divulgou na quarta-feira, 5, seu resultado financeiro do primeiro trimestre de 2021, revelando que a empresa comprou 7,8 milhões de dólares em bitcoin no período, como parte de sua estratégia de tesouraria.

De acordo com o comunicado à imprensa, além de uma receita líquida de 1,4 bilhão de dólares no primeiro trimestre, a empresa argentina de comércio eletrônico pontuou como um dos pontos principais do período um investimento de 7,8 milhões de dólares em bitcoin, alocando a criptomoeda entre seus ativos intangíveis de duração indefinida.

“Como parte de nossa estratégia de tesouraria neste trimestre, compramos 7,8 milhões de dólares em bitcoin, um ativo digital que estamos divulgando dentro de nossos ativos intangíveis de duração indefinida”, comunicou o Mercado Livre.

A alocação de investimentos em criptoativos para o gerenciamento do balanço patrimonial de grandes empresas têm se tornado uma estratégia cada vez mais comum e, até o momento, tem proporcionado resultados bem expressivos.

Investindo em bitcoin desde 2020 para se proteger de efeitos inflacionários, a MicroStrategy tem em seu portfolio aproximadamente 91.579 bitcoins, que proporcionaram à companhia de softwares corporativos um lucro 23 vezes maior que a sua receita no primeiro trimestre. No segmento automotivo, a Tesla revelou na divulgação de seu balanço um lucro de 1,1 bilhão de dólares, obtido através da compra de unidades do criptoativo em fevereiro deste ano.

Por Lucas Josa

Publicado originalmente em https://exame.com/future-of-money/criptoativos/mercado-livre-divulga-em-seu-balanco-compra-de-us-78-milhoes-em-bitcoin/

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.