Document
PATROCINADORES

Evergrande evita calote internacional na última hora

A China Evergrande Group se salvou ao pagar cupons de títulos antes do prazo de sábado (23), ganhando pelo menos uma semana para lidar com a crise da dívida que abalou a confiança dos investidores na segunda maior economia do mundo. Os US$ 83,5 milhões pagos aos detentores de títulos internacionais surpreenderam aqueles que previam que o gigante imobiliário priorizaria os pagamentos aos credores, fornecedores e compradores locais.

Embora a notícia tenha ajudado a impulsionar o maior avanço semanal nos junk bonds de empresas chinesas desde 2012, os credores da Evergrande ainda esperam uma eventual reestruturação da dívida, que pode figurar entre as maiores já vistas na China. O título de 8,25% da companhia com vencimento em março de 2022 é negociado por apenas 26% do valor de face, mesmo após o alívio desta sexta-feira, sinalizando que os investidores esperam grande corte nos valores a receber em uma reestruturação.

A carência de 30 dias para o próximo pagamento de cupom em dólar termina em 29 de outubro. A Evergrande precisa pagar juros sobre outras quatro emissões de títulos em dólar este ano e tem uma quantia enorme de dívidas com vencimento em 2022 – cerca de US$ 7,4 bilhões em obrigações onshore e offshore.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.