Document
PATROCINADORES

Estudo de consultoria mostra disparada de avaliações de riscos nas empresas

Um levantamento da consultoria de ética e compliance ICTS Protiviti captou um salto nas avaliações de fornecedores e terceiros em 2020. O resultado contrariou a expectativa de que a pandemia poderia diminuir a demanda das empresas por este tipo de análise. Comparado a 2019, houve um aumento de 90% nos processos de diligência, passando de 9 mil para mais de 17 mil ao longo do ano passado. Para a companhia, o cenário ameaçador instaurado pela crise sanitária incentivou a necessidade das organizações de prevenirem riscos e perdas em seus ecossistemas de terceiros.

Outro dado sobre 2020 revelado na sondagem apontou que, ao contrário da tendência que vinha ocorrendo de aumento dos pedidos de análises aprofundadas sobre o terceiro diligenciado, envolvendo inclusive sócios e diretores, neste último ano as avaliações quantitativas, ou seja, menos detalhadas, porém mais rápidas e de menor custo, voltaram a crescer. Enquanto em 2019, 29,3% das empresas optaram pela realização de análises aprofundadas, no primeiro ano da pandemia este número caiu pela metade, atingindo 14,7% das solicitações, enquanto 85,3% das avaliações focaram-se nas verificações simplificadas.

A ICTS Protiviti sinalizou que o desafio futuro da gestão de riscos de terceiros envolve agregar o lado positivo de ambas análises. “Isso requer o uso de novas tecnologias para tanto promover a rapidez de uma verificação automática, como para aportar inteligência às análises qualitativas, trazendo alto grau de acuracidade e, ainda, facilitar a ação de especialistas nos casos que requeiram maior aprofundamento.”

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.