PATROCINADORES

Boeing divulga prejuízo no quarto trimestre

A fabricante de aviões norte-americana Boeing informou que teve prejuízo líquido de US$ 636 milhões em 2019, saldo negativo pela primeira vez desde 1997. A companhia calcula também cerca de US$ 19 bilhões em custos relacionados a suspensão de sua aeronave 737 MAX. A suspensão, que ocorreu após dois acidentes, forçou a fabricante de aviões a congelar a produção do 737 pela primeira vez em mais de 20 anos e levou à saída do presidente-executivo da companhia, Dennis Muilenburg. A empresa afirmou que reduzirá a produção de sua maior aeronave, o 787 Dreamliner. A empresa, que produzia 14 aeronaves por mês do modelo, projeta a produção de apenas 10 unidades por mês no início de 2021. A empresa divulgou um fluxo de caixa livre negativo de US$ 2,67 bilhões no quarto trimestre, comparado com um fluxo de caixa livre positivo de US$ 2,45 bilhões no ano anterior.

“Reconhecemos que temos muito trabalho a fazer”, disse o novo presidente-executivo da Boeing, David Calhoun, em comunicado.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.