PATROCINADORES

Acionistas criticam presidente da Toyota por defender carros a combustível fóssil

Acionistas da Toyota criticaram o presidente da companhia, Akio Toyoda (imagem), por questionar os planos do Japão de proibir carros movidos à combustão interna alguns dias após que a empresa afirmar que está revisando seu plano climático para a neutralidade de carbono até 2050. “A política que proíbe carros movidos a gasolina ou diesel desde o início poderia fazer o Japão perder pontos fortes”, acrescentou.

Nesta segunda-feira (10), representantes de cinco grupos investidores, que juntos retêm aproximadamente US$ 500 bilhões em ativos, explicaram à Reuters que a montadora corre o risco de ficar para trás na corrida pelos veículos elétricos. “Estamos genuinamente preocupados que o senhor Toyoda não pareça perceber o que está em jogo aqui”, afirmou Jens Munch Holst, CEO da AkademikerPension.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.