PATROCINADORES

3R assume operações na costa do ES

Primeiro ativo offshore da companhia amplia produção de gás por meio de plataforma automatizada

Após Petrobras negociar o Polo Peroá, na Bacia do Espírito Santo, a 3R Petroleum se tornou a operadora oficial do campo, com a transferência dos contratos de produção concedida pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) à 3R Petroleum Offshore, subsidiária da qual a companhia possui 70% de participação, em parceria com a norueguesa DBO Energia, detentora dos 30% remanescentes.

O polo foi adquirido por R$ 55 milhões em janeiro de 2021, dentro do Programa de Desinvestimento da estatal. O Polo Peroá registrou produção média de 763 mil m³/dia de gás natural e 225 barris/dia de óleo em 2021, totalizando mais de 5 mil barris de óleo equivalente diários. De acordo com a empresa, o campo tem pico de produção estimado pela Petrobras de 2,5 milhões de m³/dia de gás. A estrutura é operada remotamente através de uma plataforma não habitada e sua produção é escoada por dutos para a Unidade de Tratamento de Gás de Cacimbas, em Linhares (ES).

A certificação de reservas, atualizada pela GaffneyCline com dados de fevereiro de 2021, indica um volume de reservas provadas prováveis (2P) de 23,9 milhões de barris de óleo equivalente, sendo 90% classificadas como provadas (1P).

“O início das operações no Polo Peroá é um marco na história da companhia, pois representa nosso ingresso como operador no offshore brasileiro. A 3R já demonstrou sua capacidade técnica com os resultados em terra em duas bacias distintas (Potiguar e Recôncavo), com aumento consistente da produção de óleo e gás. Agora iniciamos nossa jornada na Bacia do Espírito Santo”, afirmou o CEO da 3R Petroleum, Ricardo Savini.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.