PATROCINADORES

Um milhão de brasileiros podem consumir fármacos de maconha, estima GreenCare

Na quarta-feira (22) em que a Vigilância Sanitária aprovou o registro do primeiro produto à base de maconha a ser vendido com receita em farmácias brasileiras, MONEY REPORT entrevistou Martim Mattos, sócio diretor da GreenCare e um dos fundadores do Greenfield Global Opportunities, fundo sediado no Canadá por brasileiros que tem foco na produção de derivados da cannabis para uso medicinal. A GreenCare importa medicamentos que atenuam ansiedade, dores crônicas, epilepsia e autismo. Em breve, uma linha de produtos cosméticos também deve chegar ao mercado. Por limitações da legislação, por enquanto as compras precisam ser individuais. Mas o potencial é imenso. A GreenCare estima que cerca de 0,5% da população brasileira (mais de um milhão de pessoas) teria interesse nesses medicamentos, que apresentariam efeitos colaterais menos intensos que produtos convencionais. De acordo com a empresa, desde 2015 mais de 10 mil pessoas fizeram uso de fármacos derivados da maconha no país.



Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.