PATROCINADORES

Projeto americano; refugiados no Carrefour; carro voador brasileiro na Austrália

Boletim de MONEY REPORT sobre questões ambientais, sociais e de governança no mundo dos negócios
EUA tem plano de US$ 5 bi para rede de veículos elétricos

O governo Biden (imagem) divulgou que concederá quase US$ 5 bilhões em cinco anos para construir milhares de estações de carregamento de veículos elétricos. Em novembro, o Congresso aprovou o financiamento aos estados como parte de um projeto de infraestrutura de US$ 1 trilhão. A Casa Branca quer estimular os americanos a se afastarem dos veículos movidos a gasolina, mesmo quando os esforços para obter financiamento adicional substancial para veículos elétricos no Congresso estão paralisados. O governo disponibilizará US$ 615 milhões em 2022, mas os estados devem primeiro apresentar planos e obter aprovação federal.

Google investirá em startups de afro-brasileiros

Google for Startups Brasil vai direcionar R$ 8,5 milhões para o Black Founders Fund, programa que investe recursos financeiros em startups fundadas e lideradas por negros sem qualquer patrimônio. Lançado em setembro de 2020, o fundo investiu R$ 5 milhões em 33 startups. Agora, em cerca de 18 meses, haverá um investimento de valor agregado para novas empresas que buscam entrar nas fases pré-seed e seed-stage.

Correios adquire frota de bicicletas elétricas

Os Correios concluíram a aquisição de 609 bicicletas híbridas que serão usadas para entregas de cartas e encomendas em 11 estados. Ambientalmente corretas, as bicicletas diminuem os custos de entrega e dão agilidade aos carteiros em grandes centros urbanos. Segundo a empresa, a modernização da frota “além de melhorar as condições de trabalho, representa ganho de produtividade, maior qualidade das entregas e redução de custos”. As bicicletas foram desenvolvidas dentro da própria empresa e já chegam adaptadas às necessidades do trabalho nas ruas, com quadro mais longo, um baú e pneus de aros diferentes.

Soros compra participação na startup Rivian

O investidor bilionário George Soros comprou quase 20 milhões de ações da startup de caminhões elétricos Rivian Automotive Inc no trimestre encerrado em 31 de dezembro. As 19.835.761 ações, que valiam cerca de US$ 2 bilhões na época, fazem da Soros Fund Management um dos investidores mais proeminentes de uma empresa que ainda não produziu um mpodelo de consumo. A Rivian, que é 20% de propriedade da Amazon, deve fornecer à empresa de comércio eletrônico mais de 100 mil caminhões elétricos.

____________________________________

Informe Publicitário

______________________________________

Aéreas australianas vão comprar 90 eVTOLs da Eve/Embraer

A Eve Air Mobility anunciou no Singapore Airshow parcerias para a encomenda de até 90 eVTOLs (do inglês, aeronave elétrica de decolagem e pouso vertical) para o mercado autraliano. Os clientes são Aviair, HeliSpirit (50 para ambas) e Microflite (40). As operações ocorrerão a partir de 2026, quando as primeiras aeronaves de série do “carro voador” da subsidiária da Embraer começam a ser entregues. Os valores não foram revelados.

Copa Energia se junta com a USP em projeto biogásP

A Copa Energia, que controla a distribuidora de gás liquefeito de petróleo (GLP) Liquigás, fechou um acordo de cooperação com a Universidade de São Paulo (USP) para desenvolver um projeto de “gás de cozinha sustentável”, o BioGLP. Com a iniciativa, a empresa reforça sua parceira com a academia, visto que já tem outro projeto em parceria com a Universidade Federal do Mato Grosso do Sul. Com a novidade, a Copa Energia vai formar mão de obra para o setor a partir do investimento de cerca de R$ 600 mil em bolsa para um pós-graduando, um mestrando e um doutorando, além do coordenador e vice-coordenador de pesquisa.

Carrefour contrata refugiados

O Grupo Carrefour Brasil realizou, em 15 de fevereiro, o Dia D para a contratação de refugiados em todas as suas unidades do país. Desde o começo dos mutirões, em 2018, pelo menos 250 pessoas em situação de refúgio passaram a integrar o quadro da empresa, sendo 150 apenas em 2021. As contratação foram por meio de parceria com organizações do terceiro setor que auxiliam refugiados no Brasil, como o Instituto Adus. As vagas possuem cargas horárias distintas. Foram contratados recepcionistas de caixa, repositores, agentes de fiscalização, auxiliares de perecívies, açougueiros, padeiros e peixeiros.

Governos subsidiam depredação com US$ 2 tri

Os subsídios que prejudicam os ecossistemas, a vida selvagem e o clima chegam a quase US$ 1,8 trilhão por ano. Apoiado pelo The B Team e pela Business for Nature, coalizão global de empresas que tenta impedir a perda de biodiversidade e promover a sustentabilidade, o estudo é o primeiro em mais de uma década a estimar o valor desses protecionismos antieconômicos que afetam o meio ambiente de modo quase invisível. Por ano, o setor de combustíveis fósseis (petróleo, gás, carvão mineral e vegetal) recebe US$ 640 bilhões em apoio, atividades agrícolas danosas ficam com US$ 520 bilhões, enquanto o uso insustentável de água doce e gerenciamento de infraestruturas de saneamento – com água barata às empresas em detrimento dos consumidores domésticos – absorve US$ 350 bilhões. Esse apoio equivale a uns 2% do produto interno bruto global.

______________________________________

Informe Publicitário

______________________________________________

Donos de elétricos vão despender US$ 16 bi até 2026

Se ter um carro elétrico é sinônimo de economia, praticidade e consciência ecológica, as perspectivas em torno dos custos individuais podem mudar até 2026. Um estudo publicado pela Juniper Research aponta que nos próximos cinco anos os gastos com carregamento de VEs excederão globalmente os US$ 16 bilhões. No ano passado, esse valor foi de US$ 3,4 bilhões. De acordo com a pesquisa, o rápido crescimento de consumo (390%) nos países desenvolvidos será impulsionado pelo menor custo residencial e conveniência no carregamento doméstico, em vez do uso das redes públicas, que costumam ser mais caras e inconvenientes.

Para o BNDES, investir em floresta vale mais que especular com Petrobras

Para Marcelo Serfaty, presidente do conselho do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES), não existe apenas capital físico e humano, há o capital socioambiental. Serfaty repetiu o raciocínio utilizado por Gustavo Montezano, presidente da instituição. “O retorno não é mais só financeiro, é climático”, disse Montezano, durante a COP26, Conferência do Clima da ONU, realizada em novembro do ano passado na Escócia. Esse alinhamento de ideias não é coincidência. Montezano confia na perenidade das mudanças estruturantes que implementou no banco, em dois anos e meio de comando. Porém, sabe que não ficará para sempre à frente da instituição de fomento. Por isso, quer levar o BNDES para um lugar acima da ciclotimia política: o campo das ideias. “Quero construir um legado de ideias”, afirmou o presidente do BNDES. “Quem sabe inspirar outros bancos. O potencial de impacto socioambiental é muito grande”.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.