Document
PATROCINADORES

Investidores ampliam em 800% aportes em empresas responsáveis

A Associação Brasileira de Finanças e Mercado de Capitais (Ambima) aponta que, só no início de 2021, a arrecadação líquida de recursos por empresas na categoria sustentabilidade e governança aumentou 787%, em relação ao mesmo período do ano anterior. A pesquisa também mostrou que o patrimônio líquido dos fundos sustentáveis ​​e de governança no início do ano era de R$ 1,07 bilhão, quase o dobro do valor de 2020. Investir em marcas sustentáveis ​​não é apenas uma tendência: essas empresas atraem investidores por se concentrarem também em retornos sociais e ambientais, sem deixar de lado a rentabilidade. Conforme o relatório da consultoria ACE Cortex, 46% dos empreendedores e colaboradores de grandes companhias afirmam já lidar com programas de ESG (da sigla inglês para ambiental, social e de governança) em suas empresas e 92% acreditam no valor do conceito.

Uma contribuição recente vem do BTG Pactual: por meio do BoostLAB, investiu R$ 12 milhões na startup Insider, que produz roupas duráveis, economizando recursos e reduzindo o descarte em curto prazo (imagem). A marca usa fibras vegetais provenientes de madeira reflorestada e adota processo fabris que economizam água e reduzem o uso de solventes – que são coletados. Sua roupas funcionais e agênero geraram um faturamento de R$ 30 milhões em 2020 e de R$ 25 milhões no primeiro semestre de 2021.

O combate à crueldade animal é uma demanda ética dos consumidores. É nisso que investiu a startup fashion Yuool. Para merecer a designação de empresa inovadora e responsável, seus tênis, botas e chinelos com lã de ovelha são direcionados a um nicho descolado sob a chancela DNVB (da sigla em inglês para marcas verticais digitalmente nativas). Para tanto, obteve o certificado Nativa Precious Fiber, que atesta a rastreabilidade da lã a partir de criadores na Argentina, Uruguai, Nova Zelândia, Austrália, Estados Unidos e África do Sul, assim como seu emprego em produtos manufaturados que respeitem a sustentabilidade, o bem-estar animal e a responsabilidade social.

No exterior, o boom sustentável já acontece há tempos. O relatório do Fórum dos EUA para Investimento Sustentável e Responsável de 2020 demonstrou que os investimentos relacionados ao ESG aumentaram 42% em dois anos, atingindo US$ 17 trilhões.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.