PATROCINADORES

EUA voltam ao Acordo de Paris

Adotando novamente a agenda sustentável e contra a postura do governo anterior de Donald Trump, os Estados Unidos se reintegraram oficialmente ao Acordo de Paris sobre o clima nesta sexta-feira (19). O presidente Joe Biden (imagem) planeja cortes drásticos nas emissões de gases de efeito estufa para os próximos 30 anos. A decisão foi comemorada por cientistas, diplomatas e entidades internacionais.

Para a assinatura de retorno, o governo americano foi representado por John Kerry, enviado especial do presidente. Ele também participará de eventos virtuais para marcar o ato ao lado de embaixadores do Reino Unido, da Itália, do secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, e do enviado para Metas Climáticas da ONU, Michael Bloomberg. Vale destacar que dos quase 200 países membros do acordo desde 2015 – só os EUA se retiraram.

Em 22 de abril ocorrerá uma cúpula climática global de líderes presidida por Biden. Em novembro, será a vez da Conferência Climática da ONU, em Glasgow, Escócia.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 5 =

Pergunte para a

Mônica.