PATROCINADORES

XP: 80% dos investidores acreditam que Previdência será aprovada

Pesquisa realizada pela XP Investimentos mostra que continua alta a confiança dos agentes do mercado financeiro na aprovação da reforma da Previdência. Segundo o levantamento, 80% acreditam que a proposta irá avançar no Congresso. A economia esperada com a reforma, na avaliação dos entrevistados, será de R$ 700 bilhões em dez anos – ante a projeção do governo de R$ 1,237 trilhão. Para 71%, o Congresso deve concluir a votação do projeto até o quarto trimestre de 2019. Além disso, os investidores esperam que o governo arrecade R$ 300 bilhões com privatizações nos quatro anos da gestão Jair Bolsonaro (PSL).


Avaliação política

A aprovação do governo Jair Bolsonaro entre os agentes do mercado caiu de 28% para 14%. A desaprovação subiu de 24% para 43%, mesmo índice de investidores que consideram a gestão como regular. Já aprovação do Congresso subiu de 15% para 32%. A desaprovação caiu de 40% para 25% e o índice dos que consideram a atuação dos parlamentares como regular oscilou negativamente de 44% para 43%. Para 71%, o relacionamento do Congresso com o presidente vai ficar como está nos próximos meses. Apenas 13% acreditam que irá melhorar e outros 16% que deverá piorar.


Efeitos no mercado

Conforme o levantamento da XP, sem aprovação de reforma da Previdência, a bolsa cairia 20%, para 75 mil pontos, e o câmbio subiria 12%, para R$ 4,50. Por outro lado, se uma reforma com impacto de 50% da proposta inicial for aprovada, a bolsa pode subir 7%, para 100 mil pontos, e o câmbio cair 3%, para R$ 3,90. No cenário de aprovação da reforma como enviada pelo governo, a bolsa poderia subir 28%, para 120 mil pontos, e o câmbio poderia cair 10%, para R$ 3,60. De acordo com 52% dos entrevistados, o Banco Central deve aguardar a aprovação da reforma da Previdência na Câmara para alterar a taxa Selic. 40% esperam que haja corte na Selic em 2019,


A pesquisa foi feita entre 22 e 24 de maio. Foram realizadas 79 entrevistas com investidores institucionais, um público formado por gestores de recursos, economistas e consultores.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 4 =

Pergunte para a

Mônica.