PATROCINADORES

UTIs públicas em SP trabalham quase no limite; setor privado ainda tem capacidade

Segundo levantamento feito pelo portal G1, pelo menos cinco hospitais públicos em São Paulo operavam com a capacidade total de atendimento nas UTIs. Um deles é o Emílio Ribas, uma das instituições mais respeitadas do país. O estrangulamento do sistema de saúde é o grande temor das autoridades e a principal razão que motivou o fechamento do comércio e a adoção de regras de isolamento social.

Executivos de hospitais ouvidos por MONEY REPORT, no entanto, afirmam que a rede privada ainda tem capacidade para receber pacientes e que o ritmo de internação tem sido estável nos últimos dias.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.