Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

“Somos liberais e liberais não aumentam impostos”, diz Paulo Guedes

“Somos liberais e liberais não aumentam impostos”, diz Paulo Guedes

Se depender de Paulo Guedes, o governo Bolsonaro não vai aumentar impostos. O ministro da Economia negou, nesta terça-feira (30), que a gestão tenha intenção de encarecer ainda mais a carga tributária brasileira. “Vamos deixar absolutamente claro que somos liberais, e liberais não aumentam impostos, eles simplificam, substituem”, afirmou. A declaração foi dada um dia após o secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, ter dito em entrevista à Folha que o governo planeja acabar com a contribuição previdenciária que incide sobre a folha de pagamento e criar um novo tributo sobre transações financeiras.

A afirmação de que o imposto também incidiria sobre o dízimo pago pelos fiéis às igrejas pegou mal entre lideranças evangélicas. O pastor Silas Malafaia, por exemplo, chamou Cintra de “palhaço” e pediu a sua demissão publicamente. Para Guedes, o secretário foi infeliz no comentário. “Ele estava falando que, num futuro próximo, gostaríamos de desonerar a folha de pagamentos. Tributar folha é cruel, perverso”, disse. “Ninguém vai mexer em imunidades de igrejas.”

Por que é importante
Defensor de uma política econômica liberal, Paulo Guedes tem afirmado que pretende simplificar a carga tributária, não aumentá-la
Quem ganha
A comunidade evangélica, que mostrou sua força na discussão
Quem perde
Marcos Cintra, corrigido publicamente por Guedes

Envie seu comentário

5 × 2 =