PATROCINADORES

Senado dos Estados Unidos aprova ajuda de US$ 2 trilhões

O Senado dos Estados Unidos aprovou, por unanimidade, um pacote de US$ 2 trilhões para combater a crise do coronavírus. O valor equivale a aproximadamente R$ 10,2 trilhões e é maior do que o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, que em 2019 totalizou R$ 7,3 trilhões.

Agora, a medida será votada pela Câmara dos Representantes, controlada pelos democratas, na sexta-feira, antes de ser promulgada pelo presidente Donald Trump. 

“Esse é um nível de investimento de tempos de guerra para nossa nação”, disse o líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell. 

O líder democrata no Senado, Chuck Schumer, chamou a medida de “maior pacote de resgate na histórica norte-americana”, afirmando que se trata de um novo “Plano Marshall”, referência ao programa financiado pelos Estados Unidos de reconstrução da Europa após a Segunda Guerra Mundial.

O pacote inclui:

US$ 500 bilhões para um fundo que será criado para ajudar indústrias e empresas de diversos setores


US$ 500 bilhões para pagamentos diretos de até US$ 3 mil para milhões de famílias dos Estados Unidos


US$ 350 bilhões para empréstimos a pequenas e médias empresas 


US$ 250 bilhões para auxílio-desemprego


US$ 250 bilhões para hospitais e todo o sistema de saúde


US$ 150 bilhões para ajudar governos locais e estatais a combaterem a pandemia

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.