Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Rombo nas contas do governo desacelera em setembro

Rombo nas contas do governo desacelera em setembro

O Ministério da Economia divulgou nesta quinta-feira (29) que as contas do governo federal fecharam setembro com um rombo de R$ 76,2 bilhões. Ainda sob impacto do aumento de gastos e a queda na arrecadação durante a pandemia do novo coronavírus, o déficit foi o menor desde março, mas ainda assim recorde para um mês de setembro. No acumulado do ano, o resultado é o pior da série histórica iniciada em 1997. O rombo chegou a R$ 677,7 bilhões de janeiro a setembro.

Por que é importante
Os dados do Governo Central compreendem as contas de Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência Social
Quem ganha
O compromisso com o ajuste fiscal, para o país voltar a ter superávit
Quem perde
O descontrole de gastos, que pode piorar o rombo