Document
PATROCINADORES

Retomada lenta da economia aumenta estoque imobiliário de bancos

Os cinco maiores bancos do Brasil encerraram o ano passado com R$ 18,7 bilhões em bens retomados de clientes inadimplentes, alta de 32,3% na comparação com 2017. Cerca de 90% desse número corresponde a imóveis retomados por Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú Unibanco e Santander. As informações são do jornal Valor Econômico.

Professor de economia da Fundação Getulio Vargas (FGV), Alberto Ajzental explica que o aumento do estoque imobiliário das instituições financeiras é resultado do lento processo de retomada da atividade econômica, que ainda não recuperou os níveis pré-crise. “O Produto Interno Produto (PIB) do país caiu 7,2% no biênio 2015-2016 e cresceu apenas 1,1% em 2017, mesmo avanço de 2018”, analisa. “O desemprego continua alto (12,4%) e a inadimplência atinge 62,7 milhões de pessoas. É natural que o número de imóveis retomados aumente”.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.