PATROCINADORES

Recuperação do mercado de trabalho será lenta e gradual, indica FGV

A Fundação Getulio Vargas divulgou nesta terça-feira (12) que o Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) recuou 1,8 ponto em fevereiro, para 99,3 pontos, após subir 10,3 pontos nos três meses anteriores. Em médias móveis trimestrais, o indicador manteve a tendência ascendente pelo quarto mês consecutivo, ao avançar 0,7 ponto, para 99,1 pontos. Para o economista Rodolpho Tobler, da FGV IBRE, a queda do IAEmp em fevereiro não parece significar uma reversão da tendência de alta que vinha ocorrendo nos meses anteriores. “A calibragem nas expectativas de contratação sugere apenas que a recuperação do mercado de trabalho continuará ocorrendo de forma lenta e gradual”, afirmou.

Por que é importante

O Indicador Antecedente de Emprego tenta antecipar os rumos do mercado de trabalho no país

Quem ganha

A agenda reformista, que pode melhorar o ambiente de negócios e estimular novas contratações

Quem perde

Pautas populistas, que podem inibir investidores e empresários e retardar a retomada do mercado de trabalho

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.