PATROCINADORES

Presidente do BNDES deve explicar gastos com auditoria sobre “caixa-preta”

O presidente do BNDES, Gustavo Montezano, deve se manifestar nesta quarta-feira (29) sobre a auditoria contratada para apurar a suposta “caixa-preta” da instituição. O trabalho custou R$ 48 milhões e não encontrou indícios de irregularidades e corrupção nas operações do banco. O contrato para a investigação foi feito no governo Michel Temer e teve dois aditivos posteriormente, sendo o último autorizado por Montezano. O presidente Jair Bolsonaro repercutiu o assunto na terça-feira (28) e mostrou desconfiança com a auditoria. “Tem coisa esquisita aí. Parece que alguém quis raspar o tacho”, comentou. “Expõe logo o negócio e resolve”, completou Bolsonaro cobrando explicações.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.