PATROCINADORES

Preço da carne desacelera e prévia da inflação fica em 0,71% em janeiro

O IBGE divulgou nesta quinta-feira (23) que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), considerado uma prévia da inflação oficial, ficou em 0,71% em janeiro, depois avançar 1,05% em dezembro de 2019. O resultado é o maior para o mês desde 2016, quando o índice foi de 0,92%. Em 12 meses, o indicador acumula alta de 4,34%, acima dos 3,91% registrados nos 12 meses anteriores. Em janeiro de 2019, a taxa foi de 0,30%. A desaceleração do IPCA-15 no início do ano foi puxada pelas carnes, que passaram de uma alta de 17,71% em dezembro para 4,83% em janeiro. O produto, no entanto, exerceu novamente a maior contribuição individual no índice, com 0,15 ponto percentual.



Segundo o IBGE, entre os nove grupos de produtos e serviços pesquisados, sete apresentaram alta na passagem de dezembro para janeiro. A maior variação (1,83%) e o maior impacto entre os grupos (0,45 p.p.) ficaram com alimentação e bebidas. Em seguida, o grupo transportes (0,92%), impactado pela gasolina, que continuou subindo em janeiro (2,64%) e contribuiu com o segundo maior impacto individual no índice (0,11 p.p). A maior deflação foi registrada no grupo habitação (-0,14%), influenciado pela energia elétrica (-2,11%), que teve o maior impacto individual negativo (-0,08 p.p.) no indicador.



Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.