PATROCINADORES

PIB pode cair 4% se crise durar além de julho, diz Guedes

Em teleconferência com senadores na noite de quinta-feira (9), o ministro da Economia, Paulo Guedes, admitiu temer uma queda de até 4% no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2020, caso a crise gerada pela pandemia se prolongar além de julho.

O ministro admitiu que seu pessimismo é impreciso, pois está atrelado ao período em que as atividades estiverem paralisadas. Em sua projeção, a queda no PIB seria de 1,5%, caso a crise seja debelada até junho. Na conversa com os senadores, pediu que eles contenham parte das iniciativas da Câmara, reduzindo o impacto fiscal da ajuda aos estados e municípios.

Guedes defendeu o congelamento do salário de servidores públicos por dois anos, a destinação de R$ 20 bilhões à Saúde e a aprovação do “Orçamento de Guerra” do Executivo. A proposta deve ser votada na segunda-feira (13). Parte do Senado discorda da permissão para o Banco Central comprar carteiras de crédito e títulos de empresas.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.