PATROCINADORES

PIB deve crescer 2,7% em 2019, projeta CNI

A economia brasileira crescerá 2,7% em 2019, impulsionada pela expansão de 3% da indústria e de 6,5% do investimento. Já o consumo das famílias aumentará 2,9%. As previsões estão na edição especial do Informe Conjuntural – Economia Brasileira, que a Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou nesta quarta-feira (12). Outras projeções da indústria para o próximo ano indicam que a taxa de desemprego cairá para 11,4%, a inflação ficará em 4,1%, a taxa nominal de juros básicos da economia alcançará 7,50% ao ano no fim de 2019 e a cotação média do dólar será de R$ 3,78. A balança comercial fechará 2019 com um saldo positivo de US$ 45 bilhões. A dívida pública continuará subindo e alcançará 79,5% do PIB. A CNI avalia, no entanto, que esse cenário só se confirmará se o governo eleito fizer o ajuste duradouro nas contas públicas, avançar nas reformas estruturantes, como a previdenciária e a tributária, e adotar medidas para melhorar o ambiente de negócios, entre as quais estão a desburocratização.

Por que é importante

A CNI acredita que há espaço para um crescimento maior e sustentado desde que o novo governo avance com a agenda reformista

Quem ganha

A economia brasileira como um todo, principalmente a recuperação do mercado de trabalho

Quem perde

Pautas intervencionistas que podem atrapalhar os rumos da economia

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 3 =

Pergunte para a

Mônica.