Document
PATROCINADORES

PIB brasileiro deve crescer 4,9% em 2021, estima CNI

O Informe Conjuntural, divulgado nesta sexta-feira (2) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), projeta que a economia brasileira vai crescer 4,9% neste ano em relação a 2020. O dado melhorou diante do desempenho da atividade econômica no primeiro trimestre de 2021. A expectativa anterior, feita em março, era de expansão de 3%, no entanto, os impactos da segunda onda da pandemia sobre a produção foram menores do que o esperado. Nesse cenário, o PIB industrial deve aumentar 6,9%, sendo que a indústria de transformação deve ficar 8,9% maior em relação ao ano passado.

A CNI destacou que o otimismo com o avanço do PIB é resultado de uma queda menor na atividade que a estimada em resposta às novas medidas de distanciamento social. No primeiro trimestre, o PIB cresceu 1,2%, puxado pelo investimento e pelas exportações. A previsão é de que a indústria de transformação, que recuou 0,5% no período, volte a crescer no segundo semestre.

“A indústria é o setor com maior capacidade de puxar o crescimento da economia. Cada R$ 1 produzido na indústria de transformação gera outro R$ 1,67 na produção da economia como um todo, sendo que, deste R$ 1,67, R$ 0,84 são gerados no setor de serviços”, afirmou o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade

Para o economista-chefe da entidade, Renato da Fonseca, o empresário industrial está mais confiante e com maior intenção de investir. “Apesar do aumento dos juros pelo Banco Central, as taxas continuam baixas para o padrão brasileiro dos últimos anos. Além disso, a utilização da capacidade instalada segue elevada, o que sugere necessidade de investimentos para ampliar a produção.”

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.