PATROCINADORES

Petrobras pode cortar participação nos lucros de funcionário que falhar

Seguindo orientações da Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest), a Petrobras negocia mudanças na participação no lucro e resultados (PLR) de seus funcionários. De acordo com o plano da empresa, quem for suspenso ou receber uma advertência do gerente pode ter o benefício cortado em até 100%. A companhia também não quer pagar o PLR em anos de prejuízo. Hoje, basta a petroleira atingir sua meta na produção de petróleo, gás e combustíveis para a concessão do benefício. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Por que é importante

A mudança seria importante para a governança corporativa da principal empresa brasileira

Quem ganha

A meritocracia no serviço público

Quem perde

A Federação Única dos Petroleiros (FUP), que se opõe à medida

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × um =

Pergunte para a

Mônica.