Document
PATROCINADORES

Paulo Guedes defende cortes no Sistema S: “Tem que meter a faca”

Futuro ministro da Economia no governo Bolsonaro, Paulo Guedes defendeu nesta segunda-feira (17), em evento com empresários na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), cortes no Sistema S, formado por instituições como Sesi, Sesc e Senai. “Como você pode falar em cortar isso e aquilo e não cortar o Sistema S? Tem que meter a faca nele também”, afirmou Guedes. O “posto Ipiranga” de Bolsonaro disse que os recursos podem diminuir em até 50%, ressaltando que a classe empresarial precisa dar sua parcela de contribuição para o ajuste fiscal.

Por que é importante

Formado por nove entidades, o Sistema S oferece cursos profissionalizantes e opções de lazer a preços mais módicos, na comparação com o restante do mercado. Ele é mantido por entidades patronais com dinheiro público – parte da folha de pagamento das empresas é direcionada para o sistema

Quem ganha

Os cofres públicos, que já sofrem com inúmeras deduções e renúncias fiscais

Quem perde

Pessoas que consomem os serviços oferecidos pelo Sistema S

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.