Document
PATROCINADORES

Paralisação afeta reciclagem e venda de sucata para siderúrgicas

O Instituto Nacional das Empresas de Sucata de Ferro e Aço (Inesfa) informou nesta terça-feira (29) que a greve dos caminhoneiros está afetando a venda de sucata usada na fabricação de aço e também a coleta de materiais metálicos recicláveis. Confira o comunicado da entidade:

“A paralisação dos caminhoneiros, que entra em seu nono dia, está afetando duramente as empresas que comercializam sucata ferrosa, usada pela usinas siderúrgica na fabricação de aço. Segundo Clineu Alvarenga, presidente do Instituto Nacional das Empresas de Sucata de Ferro e Aço (Inesfa), houve um grande esforço do setor para abastecer as usinas. As siderúrgicas que pararam foram principalmente pela falta de outros insumos, como carvão e cal. Neste momento, porém, conforme Alvarenga, a situação se agravou e as empresas de sucata começam a ter problemas de caixa. “Há dez dias as empresas não conseguem faturar. Os últimos embarques foram feitos na sexta-feira da semana retrasada, dia 18. Com a falta de óleo diesel, os sucateiros estão também com dificuldades de coletar o material”, afirma Alvarenga”.

Por que é importante

Segundo a entidade, quando o aço é produzido inteiramente a partir da sucata, há uma redução da poluição do ar (-85%) e do consumo de água de (-76%), eliminando os impactos decorrentes da atividade de mineração

Quem ganha

As siderúrgicas estrangeiras, que competem com as nacionais no mercado externo

Quem perde

As empresas de reciclagem e de processamento de sucatas metálicas

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.